NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, September 30, 2013

" HISTÓRIAS DA BÍBLIA QUE EU CONTO " -- P/3

O meu senhor não sabe, do que há em casa comigo, e entregou em minhas mãos tudo o que tem, ninguém há maior do que eu nesta casa, e nem uma cousa me vedou, senão a ti, porquanto tu és mulher, como, pois faria eu este tamanho mal, e pecaria contra o meu Deus? Para que tudo acontecesse, segundo aos planos de Deus, José teria que passar por privações, pelas quais, nem imaginava. A mulher de Potifar insiste, todas as vezes que podia encontrá-lo a sós. Certo dia, estava ele, o único homem em casa, ela lhe pegou pela sua roupa, dizendo: Deita-te comigo, ele se esquiva, ela se declara pra ele, ela o agarra forçando o a se deitar com ela, ele se debate e uma peça de suas roupas ficou nas mãos dela. Fugiu e saiu para fora da casa. Tendo ela a roupa de José em suas mãos, aproveitou para se vingar dele e parte para chantageá-lo, uma vez que não conseguira concretizar seus intentos. Chamou outros homens da casa, e denunciou José, como se fosse ele, que estava tentando desonrá-la, usando de argumentos sórdidos para convencer aquelas testemunhas de que José era culpado. Aproveitando a roupa de José, colocou a em sua cama a fim de convencer também Potifar. Mediante a prova tão clara, Potifar, não teve alternativa, senão a acreditar naquela mulher. E assim José foi encarcerado, mas, como tudo estava sob os planos de Deus, Deus estendeu sobre ele as suas bênçãos, e deu-lhe graças aos olhos do carcereiro-mor. ------------------- EJO -------------------------------- Continua

Friday, September 27, 2013

HISTÓRIAS DA BÍBLIA QUE EU CONTO -- P/2

Deus Promete uma Grande e Poderosa Nação: Algum tempo depois, Deus promete a Abrão uma terra, onde, recomeçaria uma vida nova e faz a promessa de que dele sairia uma grande e poderosa nação; e de uma mulher já com idade avançada, nasce Isaque que é de onde veio a nossa origem. Nos tempos de Abrão, fora de seu domínio, a maldade e a corrupção, tomam conta de Sodoma e Gomorra, e Deus não teve alternativa, senão a destruição daquele povo, com fogo e enxofre. O propósito de Deus: Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades, segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus - Filipenses 4 v 19 O propósito de Deus não para por aí: Vemos na história de José, (o do Egito), como Deus age na vida das pessoas. José era temido por seus irmãos, porque tinha sobre eles, algo muito especial. Desde a sua meninice, ele já exercia certo domínio sobre os demais irmãos, porque tinha sonhos, e sempre nestes sonhos, revelavam que ele seria importante sobre eles, coisa que eles jamais iriam permitir. Mas, José estava sob os cuidados de Deus, e tudo teria que acontecer, para que se cumprisse nele a sua vontade. Tudo começou por causa da atitude invejosa de seus irmãos; aparentemente estava começando uma grande tragédia na vida de José; primeiro foi lançado em uma cova funda, que servia de cisterna para dar de beber ao rebanho, ainda bem que a cisterna estava sem água, pois era época de seca na região. Depois fora vendido como escravo para uma região bem distante de onde morava. José, jamais imaginária, o que estava reservado pra ele, era de boa aparência, e naturalmente, era também olhado, de maneira especial pelas mulheres. Em vista de sua boa aparência, foi designado a servir na casa, de Potifar, a ele foi depositada toda confiança, pois Potifar entendera que ele era um homem especial e que tinha Deus como seu principal protetor. Por causa de José, Deus abençoou toda casa de Potifar; e a benção do senhor, foi sobre tudo o que tinha na casa e no campo. E assim Potifar deixou tudo sob a sua responsabilidade, tudo funcionava sob a sua administração, a ponto do próprio Potifar não saber, mais o que tinha a não ser do pão que comia todos os dias. Mediante a tanta regalia, a mulher de Potifar se declara pra ele, tentando seduzi-lo, sendo ele de caráter limpo, recusa, e disse a mulher do seu senhor:....... ------------------------ EJO -------------- Continua

Thursday, September 26, 2013

HISTÓRIAS DA BÍBLIA QUE EU CONTO -- P/1

No principio criou Deus os céus e a terra. A terra era sem forma e vazia, e havia trevas sobre a face do abismo, mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas - Gênesis 1 v 1 e 2 E Deus tinha e tem um propósito por tudo que criou, por tudo que tem feito, e por tudo que ainda vai fazer. -------------- No principio Deus tinha um propósito para Adão e toda sua geração, mas, a sua desobediência, fez com que todos os projetos de Deus a respeito do homem, fossem modificados. Observamos que, desde então, o homem não tem domínio próprio, e se entrega com muita facilidade a pecados que poderiam ser evitados. Por isto Deus se arrepende de ter feito o homem, e decide destruí-lo. Sabemos muito bem que se Deus quisesse ele poderia destruir simplesmente dando uma ordem, mas com sua imensa misericórdia. Mesmo apesar de todo pecado, ainda dá uma segunda chance, na esperança de recuperação daquele povo, mas não quiseram ouvir a mensagem de esperança que fora pregada a eles através de Noé. Por isto padeceram nas águas do dilúvio. Mais tarde, Deus torna entrar em ação a favor do homem, prometendo a Abraão uma grande e poderosa nação. Tudo que Deus prometera ele cumpriu, tem cumprido e cumprirá sempre, e o homem; o que tem feito? Só trás decepções. Logo que Noé pisou em terra firme depois do dilúvio, cada um de sua família procurou se organizar,e poder viver ali; tudo que fazia Deus os abençoava de maneira tal, que rapidamente sua família, já estava numerosa. E tão rapidamente, também, já estavam se envolvendo em pecados. O tempo passou, e a população já se transformara em nação, que esquecera o quanto Deus fizera por eles. Resolveram então fazer uma torre que alcançaria o céu, assim eram seus pensamentos, até então falavam uma só língua, e na construção desta torre, Deus fez com que se confundissem com suas maneiras de comunicação, e não tiveram como continuar a obra da construção da cidade e nem da torre. Pois Deus os espalhou para cada parte do mundo, cada um, falando uma língua diferente. ----------------- EJO -----------------Continua

Wednesday, September 25, 2013

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO -- P/7

Naquele instante muitas coisas passam por sua cabeça, será o que vai acontecer comigo desta vez? Ou eu levo a mensagem ou estarei novamente na dependência do furor, e do casti-go de Deus. Sem muita opção sua única alternativa era obedecer; foi pregou e profetizou contra aquele povo, segundo, o que Deus queria que fosse; de onde Jonas estava, até a cidade, era cerca de três dias de viagem. Em nossa imaginação, neste período ele deveria estar muito cansado e muito fraco, em vista da falta de alimentação, mas entendemos que isto seria o de menos, pois se Deus estava na direção de sua missão, naturalmente também ele daria condição a Jonas para cumprir o que lhe determinara. Jonas entra na cidade, gastando um dia inteiro na pregação, e dizia, nestes próximos quarenta dias, Nínive será subvertida, (revolvida, derrubada, e revolucionada) mediante a mensagem pregada, o povo arrepende-se de seus pecados e creram em Deus. E foi proclamado um jejum, e vestiram-se de sacos, desde o maior até o menor, as palavras de Jonas chegam até aos ouvidos do rei, que se levanta do trono. E tirou os seus vestidos, e cobriu-se de saco, e também se assentou sobre cinzas, em sinal de arrependimento, de seus mandos e desmandos e pela sua crueldade. E então decretou que todo povo fizesse o mesmo, acrescentando que nenhum homem, nem animais, nem bois, nem ovelhas, provem alguma coisa, nem lhes dê pasto, nem bebam água. Mas os homens e os animais estarão cobertos de saco, e clamarão fortemente a Deus e se converterão cada um do seu mau caminho, e da violência que há em suas mãos. O rei toma estas atitudes na expectativa de que com isto sensibilizaria a misericórdia de Deus; e expressa à seguinte frase: quem sabe se voltará Deus e se arrependerá, e se apartará do furor e da sua ira, para que não pereçamos? Apesar de toda ignorância do rei, Deus, viu nele sinceridade, e viu as obras deles; e como se converteu do seu mau caminho: Deus se arrepende do mal que tinha dito que faria, e não o fez ------------- EJO ----------- Continua

Tuesday, September 24, 2013

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO -- P/6

Quando Jonas foi jogado ao mar, Deus preparou um grande peixe, para que o tragasse, e esteve Jonas três dias e três noites no ventre do grande peixe, lá nas profundezas das águas. Dentro do grande peixe, Jonas ora, e clama ao Senhor teu Deus, e disse: na minha angustia, clamei ao Senhor e ele me respondeu, do ventre do inferno gritei e tu ouviste a minha voz. Porque tu me lançaste no profundo, no coração dos mares e a corrente me cercou, todas as tuas ondas e tuas vagas têm passado por cima de mim, e eu disse lançado estou de diante dos teus olhos. Todavia tornarei a ver o templo da tua santidade, desci até aos fundamentos dos montes, os ferrolhos da terra correram-se sobre mim para sempre. Mas tu livraste a minha vida da perdição ó Senhor meu Deus, quando desfalecia em mim a minha alma, eu me lembrei do Senhor e entrou a ti a minha oração, no templo da tua santidade. Os que observam as vaidades não deixam a sua própria misericórdia, mas eu te oferecerei sacrifício com a voz de agradecimento; o que votei pagarei; do Senhor vem à salvação. Será que Jonas naquele instante, estava realmente confiando que Deus iria tirá-lo dali? Ele sabia que em vista de sua desobediência, não merecia mais nenhuma consideração e muito menos outra oportunidade. Mas para que se manifestasse a glória de Deus e em vista de sua grande misericórdia e também que sua ordem precisava ser cumprida, manda que o peixe o vomite na terra. Naquele instante, ainda um tanto atordoado, se arrasta até um lugar mais seguro e longe das águas, o que pensar neste momento? O que farei? Como farei? Estava perdido em seus pensamentos, quando derrepente veio à palavra de Deus pela se-gunda vez. Em vista de todo acontecimento, dá pra imaginar que desta vez Deus está usando uma forma mais ríspida para falar com Jonas, mandando, não pedindo que ele fosse para a cidade de Nínive e cumprisse com a obrigação que tinha-lhe imposto. A voz de Deus dizia, levanta-te e vai à grande cidade de Nínive, e prega contra ela, a pregação que eu te disse, mais uma vez Jonas estava diante do compromisso de levar aos ninivitas a mensagem que Deus lhe responsabilizara. ---------------EJO ------------- Continua

Monday, September 23, 2013

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO -- P/5

Na tentativa de conseguirem vencer a tempestade os marinheiros remavam num esforço sub-humano. Pois não queriam obedecer ao pedido de Jonas em laçá-lo ao mar, eles temiam que pudessem receber alguma retaliação ou algum tipo de castigo, se o jogassem no mar. Então remavam desesperadamente sem parar esforçando-se por alcançar a terra, mas o mar ia se embravecendo cada vez mais contra eles, tornando-se impossíveis aquelas manobra. Mediante a tanto sufoco eles se justificam para que Deus não os repreendessem, pois teriam de tomar aquela atitude, aí clamaram ao Senhor e disseram Ah! Senhor! Nós te rogamos! Por causa da vida deste homem, e não ponha sobre nós o sangue inocente; porque tu Senhor fizeste como te aprouve. Levantaram Jonas e o lançaram ao mar, e naquele mesmo instante o mar cessou a sua fúria. Comparando o peso do pecado de Jonas com o peso de todas as mercadorias que foram lançadas ao mar, o peso do pecado era muito maior que tudo quanto foi jogado fora. Pois logo que Jonas foi retirado do navio tudo voltou à calmaria, mesmo depois que rogaram ao Senhor, a não culpa-los pela morte de Jonas, ainda assim se sentiam culpados. E queriam a qualquer custo se livrar daquela culpa, oferecendo sacrifício ao Senhor, e fizeram votos, naturalmente que seria para mudar de vida e confiar mais em Deus, -------------------EJO --------------- Continua

Friday, September 20, 2013

NÃO SEJA ESCRAV DO PECADO P/4

Depois de um minucioso interrogatório, queriam saber toda a origem de Jonas e porque es-tava acontecendo tudo aquilo, então lhe disseram. Declara-nos, tu, agora, porque razão nos veio este mal, que ocupação é a tua? E donde vens? Qual a sua terra, e de que povo és tu? Jonas um tanto desconcertado, sem saber o que responder se humilha e disse toda a verdade; eu sou Hebreu e temo ao Senhor Deus, do céu que fez o mar e a terra seca. Na medida em que Jonas contava tudo o que se passara com ele, os marinheiros apavoravam cada vez mais, e repreende a Jonas pela sua irresponsabilidade, porque fizeste tu isto? À recriminação daqueles marinheiros tinha todos os motivos, pois apesar de não conhecer aquele Deus que Jonas falara, eles tinham total respeito por Ele e o temiam. Tinham certeza que ele estava fugindo da presença do Senhor, e agora em vista de seu relato, estavam sem saber o que fazer com ele, e pergunta, que te faremos nós, para que o mar se acalme? Porque o mar se eleva e engrossa cada vez mais; Jonas por muitas vezes pedia a morte, e Deus sempre o poupava, pois tinha dado um compromisso a ele que teria de ser cumprido a qualquer custo. Mais uma vez Jonas tenta enganar a Deus tentando se matar para se ver livre daquele com-promisso, só que não imaginava que Deus teria providenciado um grande peixe, para apanhá-lo Então ele disse, levantai-me e lançai-me ao mar, e o mar se aquietará, porque eu sei que por minha causa vos sobreveio esta tempestade. ------------ EJO --------- Continua

Thursday, September 19, 2013

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO -- P/3

O navio estava para se quebrar ao meio, e os marinheiros clamavam cada um para o seu deus em que acreditavam, e jogaram fora tudo quanto podia na tentativa de fazer o navio ficar mais leve, e com isto, ficava mais perigoso. Pois, mais leve, também ficava mais fácil para ser jogado pelas águas, depois de terem se livrado de todo peso. Lembraram-se de Jonas que estava no porão do navio que dormia despreocupadamente, in-dignado com sua frieza e a sua indiferença ao que estava acontecendo, foram ter com ele. E o mestre do navio acorda-o e pergunta com certa ironia, que tens dormente? Pois apesar de ter sua consciência pesada não queria demonstrar que estava tentando fugir de sua própria consciência e tudo quanto o acontecia permanecia ignorando sem se importar com ninguém, então o chefe do navio manda que ele invoque o nome de seu Deus. Que talvez assim ele se lembre de nós e não pereçamos; e tiveram a ideia de lançar sorte, para saber por que causa veio à aquele grande mau sobre eles. Fizeram o sorteio e a sorte caiu exatamente em cima de Jonas, e Jonas foi obrigado a confessar tudo o que estava acontecendo. --------------EJO ------------- Continua

Wednesday, September 18, 2013

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO -- P/2

Jonas foi mandado por Deus a pregar para os ninivitas, em vista de suas rebeldias e sua malda-de, porem Jonas sabia o que Deus lhe reservara ali naquela cidade. E ademais os ninivitas eram povos maus e torturavam a qualquer um que fossem julgados diferentes as suas leis e o que achavam que era certo ou errado. A maldade daquele povo era tão grande que Deus interfere em favor dos mais humildes e mais fracos, e manda Jonas ir pregar e profetizar contra eles. Quando Jonas recebe de Deus a ordem de ir pregar, simplesmente não deu satisfação nenhu-ma e toma um navio em sentido oposto ao que Deus lhe ordenara. Ele teria de ir para Nínive e tomou rumo para Társis, dentro do navio ele não queria conversar com ninguém e logo desceu, para o compartimento inferior do navio. Queria ficar sozinho e solto em seus pensamentos e acabou por dormir, sem se preocupar com nada, e dormia despreocupadamente enquanto os marinheiros estavam em apuros. Imaginemos que por um momento Jonas achou que estava escondendo da face de Deus, como se isto fosse possível, qual foi a sua surpresa quando Deus mandou um grande temporal. Colocando todos em apuros, outro fato que nos chama a atenção é a irresponsabilidade de Jonas, pois ele sabia que muita gente ali naquele barco iria pagar pelos seus erros. Ele tinha a certeza que Deus não iria deixar que ficasse impune a sua rebeldia, mesmo assim opina em desobedecer, só que não sabia a dimensão e nem como seria repreendido. ----------------------- EJO ------------- Continua

Tuesday, September 17, 2013

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO -- P/1

NÃO SEJA ESCRAVO DO PECADO! Quando alguém acostuma com o pecado, torna se escravo dele, e muitas vezes, cometem as maiores loucuras e nem se dão conta que estão pecando. O pecado cega as pessoas, e não as deixam ver as suas falhas, pra ele tudo é normal, tudo é festa. Ele só vai dar conta de seus erros pecaminosos, quando começarem surgir às conseqüências, causadas pelos seus atos reprováveis. Ou então depois que alguém lhe abrir os olhos e mostrar o quanto está sendo ridículo, e fazer com que ele pare e pense em seus atos. Isto pouco valerá se a causa de qualquer mudança não for por motivo muito especial, que seria uma transformação de Espírito, que só se consegue através do perdão de Deus. Mas que para isto envolve um fator muito importante, que é o do arrependimento, mas como poderá alguém arrepender-se de qualquer coisa sem que haja a manifestação direta do Espíri-to Santo de Deus? Isto é humanamente impossível, pois para haver perdão em primeiro lugar, terá que se humilhar e pedir perdão, e é aí que entra a pregação do evangelho. Pois ele precisa ouvir e arrepender-se de seus pecados e aceitar o plano de Deus para sua salvação. Crendo em Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador e aprender que ele morreu na cruz para remissão de nossos pecados. Caso aconteça à transformação, os seus pecados são lavados, e ele passa a se sentir mais leve e aliviado. Para comparar o peso do pecado, retratamos o versículo cinco do cap.1 de Jonas, o peso da desobediência e do pecado de Jonas era tão grande que mesmo depois que jogaram fora toda a mercadoria e tudo aquilo que poderia servir de peso no navio. Mesmo assim o navio continuava sujeito a partir-se ao meio em vista do grande temporal. No momento em que se livraram de Jonas, tudo voltou à calmaria. Afinal tudo o que estava no navio não era tão pesado quanto ao pecado e a desobediência de Jonas. --------------------- EJO ---------------------Continua

Monday, September 16, 2013

O PROPÓSITO DE DEUS EM NOSSAS VIDAS -- P/2

A cada dia que passa, está sempre ampliando a sua divida para com Ele, às vezes indo até o limite de sua paciência. O pecado vem penetrando em nosso meio; e precisamos estar contritos com nosso Deus para nos dar forças para resisti-lo. Como fica a situação do crente? Se dependemos de produtos e outros benefícios produzidos por pessoas que distanciaram de seus ensinamentos? O importante é a nossa confiança em Deus e esperar por ele, e não seremos decepcionados. O resto fica na consciência de quem fabrica, pois se fabricam coisas boas ou se preocupam pelo bem dos outros, porque insistem em ser maus ou distanciados de Deus? Deus não deixa impune aquele que menospreza a sua palavra, Ele dá a disciplina, visando à conversão ou o retorno de seus filhos desgarrados. Ao que se arrepende o Senhor ouve e responde, mesmo que ainda esteja no mais profundo abismo,como no caso de Jonas no ventre da baleia. A misericórdia de Deus só é concedida mediante ao arrependimento, por isto ele não ouve a quem não se arrepender e voltar para ele. Para os arrependidos Deus tem uma graça toda especial e aquilo que era triste agora é só alegria e muita felicidade. Feliz são aqueles que decidem por rever seu passado e procuram corrigir os pontos negativos e não mais conviver com eles. E assim finalmente haverá muita alegria e muita festa na morada celestial, pois Deus fica muito feliz quando um pecador se arrepende de seus pecados e volta para o seu aprisco de onde nunca deveria ter saído. --------------EJO ---

Friday, September 13, 2013

O PROPÓSITO DE DEUS EM NOSSAS VIDAS -- P/1

O PROPÓSITO DE DEUS, EM NOSSAS VIDAS Mesmo sendo a bondade de Deus, superior a tudo, o seu grande amor não foi o suficiente para convencer o homem da sua ignorância de sua ganância e de sua maldade. Pois ele é mal e cruel, por isto Deus se arrepende de ter feito o homem, e resolve destruí-lo da face da terra, isto no principio dos tempos. Apesar de toda maldade humana, sempre tem alguém digno e de bom caráter, nesta época existia um homem que embora não fosse tão perfeito, mas era temente a Deus. E em seu coração sabia respeitar os direitos do seu próximo e sempre procurava fazer o bem, por isto foi poupado. Porque Deus tinha propósitos para sua vida e de sua Família, este homem foi Noé, e Deus então mandou que ele fizesse uma arca onde coubesse tudo quanto ordenaria a colocar em seu interior. Esta arca demorou mais de cem anos, e neste período não cessava de exortar aquele povo ao arrependimento. Mas como o pecado cega as pessoas, não deram importância ao que Noé falava, e pagaram caro por isto, pois tiveram seu fim nas águas do dilúvio. A partir de Noé, começa uma nova geração, que se multiplicou rápido, e em pouco tempo construíram cidades e caíram de novo no pecado! Temos observado que Deus tem sido muito complacente com o homem, mesmo assim o homem é ingrato e não reconhece o que Deus fez e faz por ele a cada instante de sua vida. Como o homem pode ser tão ingrato e desobediente, e se ainda estamos em sua presença, é em vista do seu grande amor, porque ele não nos fez para sermos maus, mas para sermos pessoas de bem. Apesar de sermos pecadores, ele tem muita paciência conosco, e sempre nos dá a oportunidade para o arrependimento e também porque a sua paciência para conosco não tem limites.Temos que reconhecer que como humanos, temos muitas necessidades materiais. Infelizmente nem tudo o que consumimos são produzidas por pessoas que respeitam o nome de Deus. Sabemos que as maravilhas de nosso Deus tem se estendido a todos, tanto para os bons como para os maus. O dia amanhece para todos, como também o sol a lua o ar que respiramos tudo são dádivas de Deus que todos de uma forma geral o usufruem, sem o menor constrangimento. Em vista disto temos que entender que se consumimos coisas que não são feitas por homens de Deus. Estes que não são seus, também usufruem das suas dádivas. O pecador ao saber da grande paciência e da sua misericórdia e também da sua bondade e que é tardio em irar-se, sabendo disto vem sempre adiando aquilo que precisam mudar em suas vidas. Abusando cada vez mais da sua bondade,------ EJO -------------Continua

Thursday, September 12, 2013

A DESOBEDIÊNCIA E A NOSSA CONSCIÊNCIA P/4

A maneira de anunciar o evangelho, não pode ser do jeito que o mensageiro quer, mas como Deus quer, pois ela precisa alcançar o objetivo pela qual foi anunciada; o de ganhar almas. É muito natural encontramos pessoas crentes que às vezes são até lideres religiosos, sem controle emocional, e às vezes até irados, em vista de tantos aborrecimentos que se tem notado mediante a comportamento de outros irmãos. Que não levam a sério o seu compromisso e sem a menor preocupação com seu testemunho. Naturalmente que o pastor não vai conseguir educar a todos da maneira que ele gostaria. Pois por muito falar e exortar acaba por se cansar e às vezes taxados de antquadro ou atrasados, e exaustos deixam de lado o seu propósito. De igual modo acontece à ira quando servos de Deus se sentem exaustos, porque pessoas que o cercam e que dizem amar a Deus são comodistas e não os acompanham nas lutas do trabalho. E ficam na espera que fazem a sua parte, aguardando os resultados e que deles usufruem, existem muitos lideres cansados e irados, porque os membros da igreja não os compreendem. Porque não se sentem reconhecidos, quando trabalham com toda boa vontade para apresentar para igreja a mensagem que ela precisa ouvir de acordo com a inspiração divina. E por muito que se esforcem não conseguem atingir o objetivo, pois muitos irmãos na hora da pregação elevam suas atenções para outra direção em conversas que não dizem respeito ao que está sendo pregado. E muitos se levantam e saem e voltam, em um verdadeiro vai e vem dentro da igreja sem o menor respeito à pessoa que está na frente do trabalho...----------EJO

Wednesday, September 11, 2013

A DESOBEDIÊNCIA E A NOSSA CONSCIÊNCIA -- P/3

Para não perdermos a nossa comunhão com nosso Pai celestial e gozarmos de plena paz e muita luz em nossos dias Se queremos ter alegria e ser feliz, não podemos afastar da comunhão com Ele, pois se a-prendemos de sua misericórdia, compreendemos também o quanto ele nos ama, e nos procura, simplesmente para nos trazer alivio e paz. Nada mais ele deseja do que nos permitir em andar em sua comunhão e nunca se afastar dele. Bem sabemos que a paciência de Deus, não tem limites para conosco, quantas vezes er-ramos, quantas vezes ele nos perdoa. Mas quando se entrega verdadeiramente a vida nas mãos Dele, ele a administra, de maneira tal que nossos erros ficam no passado. E temos condições de suportar toda a pressão que o pecado nos traz, e podermos ter dignidade em nossa maneira de agir e não errar mais. Pois a sua presença nos fortalece e nos dá a garantia de participar de suas bênçãos. Como crentes e representantes de Deus, temos de ter o cuidado no que falamos, ou como comportamos, pois se temos a responsabilidade de anunciar o evangelho, temos que levar em conta que somos alvos da atenção de todos. E todos nós sabemos quando um pregador está falando com inspiração vinda de Deus ou quando sem preparo espiritual, falam aquilo que vem na cabeça sem nexo sem o sentimento verdadeiro que a mensagem exige. Tornando-se uma mensagem solta ao vento sem proveito algum; toda mensagem tem que sair do coração, falada com toda sinceridade, e respeitando a quem a ouve. ------------ EJO ----Continua

Tuesday, September 10, 2013

A DESOBEDIÊNCIA E A NOSSA CONSCIÊNCIA P/2

Levam o nome do evangelho em suas bandalheiras, as informações de violências e crueldade praticadas por criminosos, que se acumulam nas grandes cidades, deixam todos indignados, principalmente o povo de Deus. Pois muitos destes terríveis crimes são cometidos por pessoas que se escondem atrás do nome de evangélico e com isto o evangelho perde a sua credibilidade. Pois muitos querem se dar bem em negócios fraudulentos, usando o nome de crentes; o que será que Deus tem reservado para estes tipos de pessoas, que tipo de punição estas pessoas merecem? De uma coisa tenho certeza, mais cedo ou mais tarde terão de acertar suas contas com ele. Muitas vezes cometemos pecados por ingenuidade, ou por falta de informação, ou mesmo ainda por falta de atenção às coisas que acontecem a nossa volta. E é por isto que a cada dia ou a cada momento precisamos refletir em nossas ações, saber se o que estamos fazendo ou pretendendo a fazer corresponde com a nossa maneira de ser como cristãos. À discriminação, por exemplo, é um pecado gravíssimo, quem pensas que és, se achas melhor que qualquer outra pessoa, não é isto que aprendemos na palavra de Deus. O que aprendemos, é que, todos somos iguais perante o nosso Deus, e Deus em sua infinita bondade não faz acepção de pessoas, seja ela branca, negra ou de qualquer raça ou nação. Todos somos feitos de igual modo; como crentes e responsáveis, temos por obrigação em estar em plena comunhão com Deus, caso contrario, não estamos convictos do que somos. E assim sendo, se queremos mostrar o contrario, a dúvida não pode estar presente em nossas vidas, e este desconforto tem que ser eliminado o quanto antes. -----------------------------EJO ----------------------- Continua

Monday, September 09, 2013

A DESOBEDIÊNCIA E A NOSSA CONSCIÊNCIA -- P/1

A DESOBEDIÊNCIA E A NOSSA CONSCIÊNCIA. Sempre que desobedecemos a Deus, a nossa vida passa a ficar sem sentido, e já não nos importamos mais com o que está acontecendo a nossa volta. Mesmo que aparentemente tudo esteja bem, em nossa consciência sabemos que não está tão bem assim; porque ninguém que um dia tenha sido contemplado com a graça de Deus e de estar em sua presença, consegue viver distante dela sem refletir para outros o tamanho de sua perda. E também muitos dos que se afastam não conseguem viver em paz com suas consciências, pois sabem dos seus erros e arrependidos retornam para o convívio dos irmãos e da presença de Deus. Mesmo que isto lhe custe ter que se humilhar, no propósito de viver uma nova vida, mas nada disto acontece se não tiver a participação ativa da igreja em relação à pessoa em questão. Pois todo aquele que se afasta se não houver ajuda, de si mesmo será muito difícil esta volta. Como Deus fica feliz quando um pecador se arrepende, da mesma maneira fica muito triste quando um de seus filhos o rejeita e se afasta de seu convívio. A igreja de uma forma geral também fica muito abalada quando um de seus membros, não dá o testemunho de verdadeiro crente, pois todo crente deveria se mostrar ao contrario dos que são do mundo. Infelizmente o que temos visto nos últimos dias, pessoas que se afastam da presença de Deus para cometerem as maiores barbaridades, e o pior é que nem se dão o trabalho de pedir exclusão. ---------------- EJO ------------- Continua