NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Tuesday, April 22, 2014

DEUS NO COMANDO DE TUDO Nº 47 (HISTÓRIA DE SANSÃO)

Sansão Destrói o trigal dos filisteus, usando trezentas raposas. -------------- Ele apanha os sábios na sua própria astúcia, e o conselho dos perversos se precipita - Jó 5 v 13 -------------- E assim ele pegou trezentas raposas, e, amarou uma a outra, e colocou um tição de fogo entre suas caldas. As raposas saíram em disparada rumo à lavoura de trigo que já estava pronta para ser colhida, pois estava totalmente seco, como também as vinhas com os olivais. Os filisteus apavorados procuram saber logo quem fez aquilo, e não faltou quem de imediato aponta Sansão como o responsável daquela façanha, alegando que Sansão está se vingando por ter sido tomado sua mulher, e dado a seu companheiro. A vingança dos filisteus recaiu sobre o sogro de Sansão e sua filha, que foram imediatamente julgados e condenados a serem queimados. Com isto se ascendeu ainda mais a fúria de Sansão, prometendo que enquanto não vingasse a todos os seus desafetos não cessaria de lutar. E feriu os profundamente as suas pernas e coxas, e fugiu e habitou no cume da rocha de Etã. Então os filisteus subiram e acamparam-se contra Judá, e estenderam-se por Lequi. No povoado dos Israelitas, mais precisamente em Judá; os filisteus procuravam Sansão para matá-lo, mas, temiam a sua força, pela qual não entendiam; como um homem comum igual a eles pudesse ter tanta força e agilidade. O povo de Judá se sentia ameaçado, pois sabiam o que Sansão vinha aprontando. Para amenizar a situação do povo de Judá e acalmar os ânimos dos filisteus, prometeram entregar Sansão a eles, ao contrário disto todo povo estariam sujeitos à represália, que poderia lhes custar muito caro. Foram até onde Sansão estava, e amedrontados recrimina o pelos seus atos. Para garantir que trariam Sansão aos filisteus, deslocaram treis mil pessoas do povo de Judá ao encontro de Sansão, sendo que somente uma pessoa seria suficiente, pois Sansão nada lhes faria, pois todos eram seus irmãos. E ele jamais seria uma ameaça para eles, pelo contrário Sansão era protetor de todo aquele povo. ----------- EJO -------- Continua

No comments: