NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Tuesday, July 22, 2014

A GRANDE PROMESSA --- CAPÍTULO 07

07

(Fica o grupinho de homens conversando, nisto chega o príncipe do rei)

Príncipe do rei -- Quem é o responsável pela caravana?

Ló -- É o meu tio Abrão (Apontando para Abrão).

Príncipe -- É você que é o Abrão, que está querendo falar com o rei?

Abrão -- Sim, nós somos novos aqui nestas terras e queria pedir permissão ao rei, para habitar ao sul destas terras com meu povo.

Príncipe -- Sim; venham comigo, vou levá-los ao rei.

(Abrão Sarai e Ló acompanham o príncipe, ficando em cena Nicanor e Eliezer)

Nicanor -- Geralmente quando se tem algum novato, no grupo sempre tem algumas dissensões por causa dele, quero alertá-lo, pra você saber como agir, caso aconteça alguma coisa.

Eliezer -- Fico grato, por se preocupar comigo, não vai se arrepender disto, (pausa) vamos até a entrada do palácio ver o que está se passando por lá!…(saem)

(O rei assentado no trono, mostrando a ostentação que lhe é peculiar, conversa com um de seus súditos…)

Rei -- Como são essas gentes, que vem do sul e que quer falar comigo?

Súdito -- É um povo de boa aparência, que apesar de estarem cansados da viagem, estão vestidos descentemente, parecem ser gente boa.

Rei -- E tem muitas mulheres entre eles? Procure saber, e me traga o relatório.

Súdito -- Sim majestade, vou verificar isto, e volto já, já. (sai volta alguns minutos depois, trazendo algumas mulheres, mas antes o príncipe chega com Abrão, Sarai e Ló)

Príncipe -- Aqui estão majestade, o líder do povo mais os seus companheiros, que estão habitando as terras do sul.

Rei -- Muito bem agora você já pode se retirar. (dirige-se a Abrão)… Muito bem; o que os trazem até a mim? (enquanto conversam, não tira os olhos de Sarai)

Abrão -- É que nós somos recentemente, chegados a esta região, e queríamos pedir permissão para habitar as terras do sul.

Rei -- Vê se que és homem precavido, e pela sua postura, nota-se que é homem de bem, e esta mulher que está contigo quem é?

Abrão -- É minha irmã Sarai!… Ela me é muito útil, na administração do meu povo.

Rei  -- (Demonstrando um interesse especial por Sarai)
É… Sua irmã é realmente muito bonita, e com as qualidades que tem, resolvi agora, ficar com ela.

Abrão -- Mas… Majestade… Que brincadeira é essa? (O rei corta rispidamente)

Rei -- Não me interrompa; continuando, receberás algumas ovelhas gados e camelos para começarem a vida aqui, receberá também carroças, tendas, sementes e alimentos.
Terão pastagens para o gado e terão de obedecer às ordens deste reinado, (faz uma pausa) sua irmã agora faz parte deste reinado; agora podem ir.

Neste momento o súdito chega com as outras mulheres

Abrão -- Mas majestade nós temos tantas outras mulheres, e o senhor escolhe justamente a que mais me serve; como lhe disse ela é o meu braço direito no comando deste povo.

Rei -- Não tem mais e nem meio mais, eu quero ela e pronto, foi por isto que lhe ofereci todos estes bens, agora retirem-se é uma ordem.


Abrão -- Sim senhor. (e se retira cabisbaixo indignado)  --------------- EJO ------------ Continua


No comments: