NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Wednesday, July 30, 2014

A GRANDE PROMESSA -- CAPÍTULO 13 "MELQUISEDEQUE VISITA ABRÃO"

13

Cenas na casa de Abrão

Abrão -- Sarai; a muito tempo você me falou na possibilidade, de eu ter um filho com uma das criadas, eu reneguei esta ideia, porque não suporto a ideia de magoar você.
Mas em vista da situação, já estou chegando à conclusão de que você está certa, estamos cada vez mais velhos e o tempo está passando.
Como poderei ser pai de uma grande nação, se não tiver filhos? Mesmo sendo com outra pessoa?

Sarai -- Eu só estava esperando você se manifestar, vou hoje mesmo falar com Haagar, pra ela vai ser muito conveniente.
Pois assim estará garantindo o seu futuro, gosto muito dela, pois muito me ajudou quando estive aprisionada do Rei, e também sei que saberá cuidar muito bem, do herdeiro de seu trono.

Ouve-se alguém batendo a porta

Melquisedeque -- (fala ao mesmo tempo em que bate a porta) Abrão,… Abrão,… sou eu seu amigo, não está reconhecendo minha voz?

Abrão -- Por favor, Sarai, veja quem é. Eu acho que estou reconhecendo esta voz sim, se for o Melquisedeque mande o entrar logo…

Sarai -- Há… É o senhor, por favor, entre, entre, Abrão vai ficar contente com sua visita ele está repousando, entre, e fique a vontade.
Vou deixar vocês a sós, devem ter muito o que falar, mediante os últimos acontecimentos, e além do mais já faz um bom tempo que não se vêem, sinta-se em casa. (fala e sai)

Abrão -- Ora veja,… Há quanto tempo, que bons ventos o traz, sente–se e descanse, é um bom bocado de terra, entre seu reinado até aqui, e garanto que deves estar muito cansado, quais as novidades do seu reino que você veio partilhar comigo?

Melquisedeque -- Em primeiro lugar deixe-me tomar um fôlego, depois te conto tudo,

(Pausa para o fôlego) deixei meus servos lá fora, para que possamos conversar mais a vontade.
Não gostaria de ser interrompido por inconveniência de nenhum deles.

(Antes de se assentar, estende as mãos em direção a Abrão, abençoando-o)

Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, possuidor do céu e da terra, e bendito seja o Deus Altíssimo que entregou os inimigos em suas mãos,
E a Abrão que não aceitou as oferendas do rei, e que não quis nenhum lucro da batalha, deixando tudo para o rei; para que depois o rei não se gabasse, dizendo que o enriquecera.

Abrão -- Bendito seja você também: porque você também  é um ungido e protegido do nosso Deus Altíssimo, honra e gloria seja dado ao nosso Deus.

Melquisedeque -- Trouxe pão e vinho, para comemorarmos sua vitória, sei que a vitória só aconteceu porque Deus estava na frente te orientando em todas as suas decisões.


Sarai -- (Entrando) Eu também fiz pão sem fermento, vou buscá-lo, vamos nos alegrar na presença do Senhor nosso Deus, pois só Ele é merecedor de toda honra e toda glória. ------------- EJO --------- Continua


No comments: