NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Thursday, March 05, 2015

O CAÇADOR DE CORRUPTOS-CAP.04

Capítulo -- 04

Ricardo -- O que houve, porque a discursão e porque a Kiara está chorando?

Sr.Roberval -- Sua irmã, arranjou um neto fora de hora pra mim!

Ricardo -- Pai, isto já não é mais nenhuma novidade pra mais ninguém, hoje ninguém mais está se importando com isto, que bom, então vou ser titio! E quem é o pai?

D.Gláucia -- O assunto é sério, e não é hora pra brincadeira. (esse assunto vai longe)

(Dia seguinte)

Raquel, uma das professoras do colégio, aproveita a ocasião, para alertar seus alunos quanto à gravidez precoce e tanto Frank quanto Kiara, permaneceram calados, sérios, e com medo de dar palpites e seus colegas desconfiassem o que estava acontecendo.

Raquel -- Senhorita Kiara, depois da aula, a senhorita permanece na sala, pois preciso lhe falar.

Kiara -- Sim senhora!

Momento depois termina a aula.

Raquel – Pronto; agora podemos conversar, tenho notado que suas notas, estão fracas, o que está acontecendo?

Kiara -- (Tentando se justificar e não contar a verdade) Bem professora, eu tenho tido muitas dificuldades para aprender, mas eu prometo que vou me esforçar mais.

Raquel -- Você pode ser sincera comigo, não me esconda nada porque já sei de tudo.

Kiara --(Se fazendo de desentendida) Tudo o que professora?

Raquel -- Eu sou irmã do Frank, ontem quando você me ligou estava junto dele e ele me contou tudo, eu só quero ajudar vocês.

Kiara -- Eu não sei o que a senhora vai poder fazer para nos ajudar, eu estou com muito medo do papai, ele é muito ignorante e violento e quer a todo custo que eu faça aborto, e também não sei o que ele poderá fazer contra o Frank, não tenho feito outra coisa a não ser me preocupar com isto.

Raquel -- O que está feito, está feito, não tem como voltar atrás, mas vamos tentar concertar isto, você me leva até sua casa, quero ter uma conversa com seus familiares.

Kiara -- Não sei se a senhora vai gostar do que poderá ver lá.


Raquel -- Mas, pelo menos não vão poder dizer que não tentei.

                                      ------ EJO ----- Continua



No comments: