NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Wednesday, June 01, 2016

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/124 "Para ser crente de verdade, muita coisa tem que mudar em sua vida, a vida do Cristão tem que estar em constante vigilância. Seu comportamento, seu modo de viver e de agir, tudo deve ser transparente e precisa ser revisto a cada instante. Suas ações não podem de maneira nenhuma ser confundida como a de qualquer outro que não conhece as verdades das escrituras, é responsabilidade de cada um, tirar de sua vida, tudo aquilo que serve de empecilho e que está atrapalhando o seu testemunho."

              DEUS NO COMANDO DE TUDO

                 VOLUME - 03 - PARTE - 124

Passando-se os dias, Felix e sua esposa Drusila, que era também judia, mandou que trouxesse Paulo a sua presença, pois queria ouvir mais a respeito da fé em Jesus Cristo.
Em sua palestra, Paulo tocou fundo nos corações daquele casal, lembrando sempre ao presidente que ele era homem justo e equilibrado e que não daria ouvidos a arrogos sem provas
Felix, comovido e apavorado pelas suas palavras, libera Paulo, para uma prisão domiciliar, para averiguar com mais calma de tudo quanto eles estavam o acusando.
Estando Paulo livre no compromisso de estar à disposição da justiça sem poder sair dos termos da cidade.
Muitas vezes, foi chamado por Felix, por assuntos pequenos, mas a sua intenção era que Paulo pudesse lhe pagar algum dinheiro, para que o soltasse definitivamente.
Neste vai e vem de Paulo sem poder sair dos termos da cidade, se passaram dois anos, e Felix já não era mais o presidente, tendo como sucessor, Pórcio Festo, mas antes para agradar aos judeus, manda recolher Paulo para a prisão, antes de passar o cargo para as mãos de Pórcio.
Festo, ao assumir o posto de Felix, sua primeira atitude, foi rever o processo de Paulo, lendo o com muita atenção, não constatando nada que pudesse incriminá-lo a ponto de morte.
Mas os judeus não perdem oportunidade tentando tirar Paulo de circulação
O sumo sacerdote e os principais dos judeus compareceram perante ele, querendo a condenação de Paulo, rogando com veemência, para que Festo, o acusasse também.
Festo, responde que Paulo não estava com ele, mas, em Cesaréia, e que ele iria pra lá brevemente, para tomar pé da situação, e disse mais; se entre vós tem alguma coisa contra Paulo que possa incriminá-lo venha comigo a Cesaréia.
Depois desta reunião com os judeus e com o sumo sacerdote, se passaram dez dias, e estando ele assentado no tribunal, mandou que trouxesse Paulo a sua presença.
Tão logo Paulo se fez presente, os judeus se juntaram contra ele com acusações variadas, acusações graves, porém não tinham como provar nada.
Mas Paulo se defende; eu não pequei em coisa alguma contra a lei dos judeus, nem contra o templo e nem contra César.
Festo, queria que Paulo fosse para Jerusalém para ser julgado lá perante ele e perante os que queriam a sua morte.
Paulo dizendo a Festo: Estou perante o tribunal de César, onde convém que eu seja julgado; eu não fiz nada de agravo aos judeus, como tu mesmo sabes.
Se fiz algum agravo ou cometi alguma coisa digno de morte, não recuso a morrer.

Mas se nada há que podem provar das coisas que acusam, ninguém me pode entregar a eles, se isto acontecer eu apelo para César.

                          ---- EJO --- Continua



No comments: