NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, January 02, 2017

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/66 -- JONAS CONTINUA A SUA ORAÇÃO -- "Os que observam as vaidades não deixam a sua própria misericórdia, mas eu te oferecerei sacrifício com a voz de agradecimento; o que votei pagarei; do Senhor vem à salvação. Será que Jonas naquele instante, estava realmente confiando que Deus iria tirá-lo dali? Ele sabia que em vista de sua desobediência, não merecia mais nenhuma consideração e muito menos outra oportunidade. Mas para que se manifestasse a glória de Deus e em vista de sua grande misericórdia e também que sua ordem precisava ser cumprida, manda que o peixe o vomite na terra. Naquele instante, ainda um tanto atordoado, se arrasta até um lugar mais seguro e longe das águas, o que pensar neste momento? O que farei? Como farei? Estava perdido em seus pensamentos, quando repentemente veio à palavra de Deus pela segunda vez".


         O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                     PARTE - 66

Acontece que seu filho Jonatas não estava presente na hora do juramento e tocou com a ponta de uma vara que estava em sua mão num favo de mel e colocou a boca, fazendo com que seus olhos enxergassem com mais nitidez.
Nestas alturas dos acontecimentos, de tanta fome e fraqueza o povo já não estava assimilando mais o que era certo ou errado.
E Jonatas reprova as atitudes de seu pai, e declara; meu pai muito tem tumultuado com estas atitudes; ora vede, como se me aclararam os meus olhos por ter provado um pouco deste mel.
Naturalmente que se todos tivessem comido alguma coisa dos despojos dos perdedores da batalha, estariam em condições de enfrentar os demais filisteus com mais eficácia e a vitória teria um resultado muito mais expressivo.
Jonatas ao provar do mel, estava também sentenciado a morte como a qualquer outros dos guerreiros e também de seus compatriotas.
Porém o povo intercede a seu favor e não deixa que nada de mau lhe aconteça, pois todas as suas ações estavam sob a direção de Deus.
Em vista do mau procedimento de Saul, Deus manda a Samuel repreendê-lo.
Dizendo ter se arrependido de tê-lo posto como rei de Israel, pois as ordens não estavam sendo executadas conforme a sua vontade.
Contrariado; Samuel se contristou a noite toda, num misto de mágua, arrependimento e tristeza, e toda noite clamou ao Senhor.
Saul tenta enganar Samuel
“Aquele que é limpo de mãos e puro de coração e que não entrega a sua alma à vaidade, e nem jura enganosamente
Este receberá a bênção do Senhor e a justiça do Deus da sua salvação -  Salmo 24 v 5 e 6”

E Madrugou Samuel para encontrar com Saul, trazendo consigo o veredicto que o Senhor havia dito, para transmitir a Saul......

                  ---- EJO ---- Continua




No comments: