NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, January 30, 2017

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/86 - -- Continuação -- "Também não podemos guardar rancor, por mais que sejamos humilhados. Pois como crentes temos que amar até nossos inimigos, diz mais, para que bendigamos aos que nos maldizem. Fazer o bem a quem nos quer mal, e ainda temos a responsabilidade de orar por aqueles que nos maltratam e nos perseguem, pois se amamos os que nos amam, não estamos fazendo mais que nossa obrigação. E não teremos mérito nenhum, porque amar quem nos ama é muito fácil, difícil é amar os que nos odeiam"


         O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                PARTE --  86

Segundo o que a Bíblia relata, nos lamentos de Davi por causa da morte de Saul e Jônatas, que apesar de desobedecer às ordens de Deus.
Saul era um homem querido pelo povo de Israel, principalmente pelas mulheres, pois lhes dava ornamentos de primeira qualidade e queria que elas se apresentassem da melhor maneira possível.
Em relação a Davi; Daví o amava porque além de ser o seu seu próximo era também ungido do Senhor.
Então, o amor que existia entre eles era sincero pelo menos da parte de Daví.
Ao que se referia a Jônatas então era como carne e unha, o amor que sentiam um pelo o outro era tão grande que nem o amor por mulheres poderia ser comparado ao amor que sentiam um pelo o outro.
Por isso Davi lamentou profundamente as suas mortes.
Interessante notar que, mesmo com as agressões constantes de Saul para com Davi, ele não deixou de amá-lo, tanto que em plena perseguição de Saul, Davi jamais pensou em fazer-lhe qualquer mal, quando lhe tirou pedaços de sua capa.
Tomou pois Davi a lança e a bilha (cantil) da água, da cabeceira de Saul e foram-se, e ninguém houve que o visse, nem que o advertisse, nem que o acordasse: porque todos estavam dormindo, pois haviam caído sobre eles um profundo sono da parte do Senhor    1ª Samuel 26 v 12
Para provar que Davi não queria lhe fazer nenhum mal, o surpreendeu quando estava dormindo, e nem assim Davi aproveitou a ocasião, mas tirou lhe um pedaço de sua capa para lhe mostrar mais tarde e dizer para ele que não o feriu por que não quis, pois o considerava como se fosse seu pai.
Davi, homem temente a Deus, jamais tomaria qualquer atitude sem antes consultá-lo.
E Deus manda que ele saísse do meio do povo de Israel e fosse para junto do povo de Judá, onde foi aclamado Rei sobre o seu povo.
Nesta época Davi estava com duas mulheres, uma se chamava Aquinoã e a outra Jezreelita, e mais algumas família de sua estima que o acompanhava por muitos anos.
A primeira mulher de Davi, ele não pode levar, era filha de Saul, conquistada através de ordem absurda de Saul que concordaria em deixar que sua filha o esposasse se ele cumprisse com a tarefa de guerrear contra os filisteus.
Afinal de contas Saul só queria se ver livre dele, e o coloca em linha de frente contra os filisteus, na incumbência de lhe trazer como prova de missão cumprida cem prepúcios dos soldados filisteus.
Saul achava que seria impossível tal missão, por isso o escalou, na expectativa de que Davi não aparecesse mais a sua frente.

Como isso não aconteceu, foi obrigado, para manter a sua palavra de rei; e conceder o pedido de Davi.

                       --- EJO ----- Continua



No comments: