NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Friday, January 27, 2017

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/85 " -- Continuação -- " Se consideramos alguém, se temos a ele uma grande amizade, e isto é transformado em amor, puro e sincero, será bem visto aos olhos de Deus, que segundo a sua palavra, o amor não pode ter nenhum tipo de fingimento. E ainda; amai-vos cordialmente uns aos outros, com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros. Outro tipo de amor é o que está ligado direto com o mandado de Deus, que além de demonstrarmos amor também temos que honrá-los e respeitá-los, que são nossos pais, a palavra de Deus nos manda honrar e amar nossos pais"


        O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                  PARTE - 85

Depois da grande batalha dos filisteus contra Israel e depois de terem noticia da morte Saul; Davi estava voltando de seu confronto com os amalequitas, ficou dois dias em sua casa em Siclague.
Ao terceiro dia depois de sua chegada em sua cidade; um homem vindo do arraial de Saul, todo sujo de poeira com sua roupa que mais parecia um mendigo, lançou se a seus pés e se inclinou diante dele.
Davi faz um interrogatório, para saber em que terreno estava pisando e também para tomar as atitudes corretas, sem deixar margens que pudesse se arrepender mais tarde.
Depois de muito interrogar, e de muitas explicações, ainda era pouco e Davi queria saber mais, e um tanto desconfiado, indaga! Como sabes que Saul e Jônatas estão mortos?
Nos mínimos detalhes tudo foi esclarecido, e conta com detalhes o ocorrodo, dizendo que quando chegou perto de Saul foi por acaso, constatando que ele estava ferido por sua própria espada, e quis ajudá-lo, porém Saul pede que o transpassasse com sua espada e terminasse o que ele havia começado.
Analisando as condições de Saul, e vendo que ele não sobreviveria, e que se continuasse daquela forma ele ia sofrer muito, então resolveu atender seu pedido, mesmo contrariando a sua vontade.
Então ele pegou todos os pertences de Saul e os trouxe para entregar a Davi, assim como a coroa a argola de ouro que estava em seu braço e outros utensílios.
Em sinal de luto, Davi e seus homens rasgam as suas vestes, choraram muito e jejuaram por Saul e Jônatas e por todo povo do Senhor e pela casa de Israel, que morreram na batalha contra os filisteus.
O pobre homem, que trazia a noticia e os pertences de Saul, sem saber o que lhe espera, diz para Davi que era filho de um estrangeiro Amalequita.
Como Davi estava chegando de uma batalha justamente contra os amalequitas, e que os tinham atravessado em sua garganta, muda completamente o tratamento a aquele homem.
Como não temeste tu estenderes a mão contra um ungido do Senhor?
E sem piedade, manda que um de seus homens o ferisse de morte, e assim aconteceu.
O teu sangue seja sobre a tua cabeça, porque a tua própria boca testificou contra ti, dizendo: Eu matei o ungido do Senhor.
Mas aí fica a pergunta, qual seria melhor, a atitude que tomou, ou deixar que Saul agonizasse até a morte?
Pois o único mal que o jovem apresentava, era ser filho de um de seus inimigos, mas não consta que havia participado da tal batalha.
Por outro lado Deus já havia determinado a Saul que exterminasse toda a raça dos amalequitas, e Saul não obedeceu as ordens de Deus.

Talvez Davi tenha pensado neste fato quando tomou a atitude de exterminar este rapaz.

                            ---- EJO ---- Continua


No comments: