NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Friday, July 03, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - P/64 "Jesus quando veio ao mundo, ele veio em forma humana, com as mesmas características, vontades, sensações e sentimentos que qualquer outra pessoa, portanto ele sentia dores e sofria as mesmas emoções, e por esta razão ele chorou, ao ver seu amigo morto. Sofria também por ver o sofrimento daquelas pessoas, que como ele também amava muito, a Lazaro, então ora a seu pai e suplica para que o ressuscite."


                  DEUS NO COMANDO DE TUDO
                    
                  VOLUME  --  02 --  PARTE --  64


(Leia sempre o final do último texto, para dar sentido ao atual)

Nabucodonosor encarrega ao seu chefe de estado a encontrar alguns entre os jovens da cidade que fossem honestos e puro de caráter, e que neles não pudessem encontrar nada que os desabonassem, e que tivesse boa aparência e que fossem instruídos com sabedoria e ciência.
E que fossem entendidos no conhecimento, e que tivesse habilidade para poder viver no palácio e nas dependências do rei, com o propósito de prepará-los e os ensinarem as letras e os costumes dos caldeus.
No caso seriam eles estudantes a serem preparados para servir exclusivamente ao rei de Babilônia
Entre todos os jovens pesquisados se destacaram quatro, e estes quatro foi levado à presença de Nabucodonosor, que ordena ao chefe maior a observá-los com um boa alimentação do melhor que o palácio servia aos seus maiorais.
Teriam eles de se alimentar segundo a vontade do rei por um período de três anos, para que no período de três anos estivessem em condições de estar na presença do rei para servi-lo.
Entre estes jovens que se achava entre os filhos de Judá, o nome deles eram Daniel – Ananias – Misael e Azarias.
Mas o cehfe resolveu mudar seus nomes; a Daniel pôs o nome de Beltessazar, e Ananias de Sadraque, e a Misael o nome de Mesaque, e a Azarias o nome de Abednego.
Já em seus alojamentos, cada um com seus pensamentos mais variados, e Daniel colocou em seu coração, não contaminar com a porção do manjar do rei e nem do vinho que ele bebia.
Mas inquiriu ao chefe maior dos eunucos, que lhe concedessem não se contaminar,
E Deus deu a Daniel, graças e misericórdia diante do chefe dos eunucos.
Preocupado com o que pudesse acontecer por desobedecer as ordens dadas pelo rei, ele disse; tenho medo do meu senhor, pois foi ele que determinou a vossa comida e a vossa bebida.
Pois poderia ele achar que os rostos dos jovens pudessem ficar desfalecido, e triste dos demais jovens estudantes; e se atendesse o pedido deles, estaria colocando em risco a sua cabeça diante do rei.
Pra não complicar a situação para o lado do chefe dos eunucos; Daniel vai falar diretamente ao chefe do despenseiro (ou seja, o copeiro chefe), que o próprio chefe dos eunucos o havia escalado para servir a Daniel e seus amigos.
Dizendo se responsabilizar por qualquer coisa que por ventura viesse à acontecer, tinha ele confiança que Deus não iria deixar fracassar a sua fé.
Então Daniel pediu ao chefe dos copeiros, que fizesse um teste de dez dias, alimentar-se com apenas legumes e bebessem apenas água pura.
E mais!.. No prazo de dez dias, comparar a diferença que existir entre os que iam se fartar com as delicias do rei, com aqueles que iam se alimentar segundo o que havia proposto.

Para eles que teriam de ficar nas dependências do rei por um período de três anos; dez dias seria muito pouco, mesmo assim Daniel lança o desafio, confiado no que Deus ia agir em sua vida.

                                 ------ EJO ------ Continua



No comments: