NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, July 27, 2015

DEUS NO COMANDO DE TUDO - P/80 "O crente verdadeiro tem que dar seu exemplo, e ter cuidado com a sua maneira de viver e de agir para não decepcionar ninguém. Se quisermos servir na obra do Senhor, temos que nos integrar e nos adaptar dentro dos padrões da palavra de Deus. Precisamos estar atentos, ouvir e seguir os seus conselhos. Quando nos aproximamos de Deus, mais semelhantes a Ele ficamos. E teremos muito mais forças e condições para vencer as tentações que nos surgirem, e mais e mais seremos fieis ao Senhor."


                      DEUS NO COMANDO DE TUDO

                     VOLUME  --  02  --  PARTE  --  80

(Leia sempre o final do texto anterior para dar sentido ao atual)

Dario era um rei justo e gostava de agir com justiça, assumiu o reinado de Babilônia substituindo a Belsazar, que morreu por desobedecer os últimos desejos de seu pai, que deveria reinar segundo a vontade do Deus de Daniel.
No final de seu reinado, ele glorificou e louvou ao Deus do céu, e seu desejo seria que todo o seu reinado seguisse neste mesmo propósito.
Mas, o seu filho Belsazar ao assumir o reinado, mete os pés pelas mãos, fazendo tudo ao contrário do que seu pai queria, procurou a parte negativa de Nabucodonosor para seguir; e se deu muito mal.
Dario ao assumir o controle do reinado de Babilônia, procurou manter os presidentes e prefeitos de todo o reino, assim teria muito menos trabalho, e menos gastos, mas com a responsabilidade de cuidar para que nenhum dano fosse causado ao rei.
Daniel fazia parte deste governo, e se destacou entre todos eles, porque nele havia um espírito excelente, e o rei já pensava em constituí-lo sobre todo o reino, o rei Dario tinha por Daniel uma consideração toda especial, causando assim inveja dos demais governantes.
Então os príncipes e os presidentes, procuravam achar uma ocasião para fazer o rei ficar contra ele, e não achavam nada em Daniel que pudesse incriminá-lo, porque ele era fiel, e não achavam nele vícios e nem culpa.
Na conversação entre eles, entenderam que não adiantava querer incriminá-lo já que não achavam nele nenhuma culpa, foi quando um dos presidentes teve a ideia de levar ao rei uma proposta em fazer um decreto, para que ninguém em todo o povo, se dirigissem a outro deus senão o deus do reino.
Então chegaram à presença do rei e com toda a reverência se dobraram diante do rei, e disseram-lhe: Ó rei Dario, vive para sempre! Todos os príncipes do reino, os prefeitos e presidentes, capitães e governadores, tomaram em conselho a fim de estabelecer um edito real e fazerem firme este mandamento, que qualquer que por um espaço de trinta dias, fizer uma petição, a qualquer deus ou a qualquer homem, e não a ti, ó rei, seja lançado na cova dos leões.

Agora, pois, ó rei, confirma o edito e assina a escritura, para que não seja mudada, conforme a lei dos medos e dos persas, que se não pode revogar. Por esta causa o rei Dario assinou esta escritura e edito.

                                     ----- EJO ---- Continua



No comments: