NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Friday, January 16, 2015

O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-29


Capítulo -- 29

Jeremias - Você!... Não vai dar uma de frouxo, agora, vai?
Eu ouvi a sua conversa com seu padrinho, mas, pensei que você só estava querendo fazer uma média com ele, e que tudo voltaria à normalidade.
Ficar emocionado por causa do Ricardinho, não vai trazê-lo de volta, e também não pode servir de base para atrapalhar nossos negócios.

Cecílio - É!... Você tem razão, eu não posso deixar me abater, além do mais tem muito dinheiro em jogo.Mas, estou pensando seriamente nas palavras do padrinho, afinal de contas devo muito a ele.

Jeremias - Temos que entender que, pra pessoas como nós, não tem como voltar atrás.
A nossa vida é como um corredor, onde não tem como se manobrar um carro, e só nos resta seguir em frente.
Olha, já estou com sono, vou dormir, já são quase duas horas e amanhã teremos um dia muito puxado, e precisamos estar em forma, pois ainda teremos muitas emoções fortes pela frente!... Boa noite.
------
Dia seguinte, na residência de Rita, aproximando à hora do almoço e da dita reunião, enquanto espera, Antonio Carlos atualiza sua leitura, em um Jornal, de grande credibilidade da cidade.
Neste momento, ele está lendo exatamente, uma matéria a respeito do desastre aéreo no Aeroporto de São Paulo, mal acreditava no que estava lendo.
Ficou estarrecido diante de tanto sofrimento daquelas pessoas, apesar de tanta divulgação, não tinha como ficar informado uma vez que em seu trabalho, não tinha como saber das noticias, no momento da divulgação.
Pois era terminantemente proibido, pelo menos em algum setor, qualquer assunto que viesse atrapalhar a linha de produção da empresa.
E só agora toma pé da situação, pois era sábado dia de sua folga.
Para, tal reunião todos da casa já estão presentes, aguardando a chegada de Carlos Alberto.
-----
Antonio Carlos - (Comenta)... As noticias pra mim, chegam um tanto atrasadas, devido às normas da empresa e quando chego em casa não quero saber de nada só quero dar atenção pra minha família, e só agora fiquei sabendo o que aconteceu ontem; Que tragédia hém!... Rita você que administra o departamento do pessoal da empresa, verifique se tem por acaso gente nossa envolvida nesta tragédia, quem sabe se estamos aqui de braços cruzados, tendo alguém precisando de nós?

Rita - Eu até queria comentar isto com você, mas antes de mim o jornal chegou em suas mãos e você já está a par dos acontecimentos.
Quanto a algum de nossos funcionários, já tomei todas as providências, e não foi constatada, ninguém nosso. (faz uma pausa) Mas, estou me lembrando, que, o Reitor quando esteve lá na homenagem que fizemos para o Carlos Alberto, ele estava de passagem comprada para aquelas bandas do sul, tratando de negócios relativos à Universidade, e que estaria de volta neste voou sim.

Carlos Alberto - (acaba de chegar) Pelo visto a conversa é a respeito da tragédia, eu passei por lá, e de longe dava pra ver a movimentação!... Nunca vi coisa mais horrível, eram corpos queimados e espalhados por todos os lados. (fala demonstrando emoção, e muito consternado) Me dá até arrepios ao lembrar daquilo tudo!...

Rita - Você está tão comovido com esta história, que chegou entrou na conversa, e nem se lembrou que eu estava aqui te esperando, cadê o meu abraço e o meu beijo?


Carlos Alberto (desconsertado, se desculpa) Bem!...Eu acho que ainda estou muito novo de casa pra tomar certas liberdades, é tudo que eu mais queria fazer, mas, tenho que me controlar, tudo ainda está no começo, e teremos muito tempo para nos dedicar um ao outro.

                                                          --------- EJO -------- Continua



No comments: