NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, February 29, 2016

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/58 "Faraó com sua ignorância se opunha sempre, e sempre pagava caro por isto, depois de longas negociações, depois de sentir o poder de Deus pesando sobre os seus ombros, sem escolha deixa o povo sair. Depois de um bom tempo, passado aqueles instantes de emoção, arrepende e recomeça a perseguição. O povo tinha que atravessar o mar e os soldados de Faraó já estavam bem próximo, então Deus manda a Moisés dizer ao povo que marchem." (Continua)

                     DEUS NO COMANDO DE TUDO

                          VOLUME - 03 - PARTE - 58

Depois de estar tudo preparado Jesus toma o pão, e distribui entre eles, e depois os peixes já no ponto de ser consumido, matando a fome de todos eles com grande fartura.
É interessante notar que esta já era a terceira aparição de Jesus desde a sua ressurreição, como já falamos anteriormente, e mesmo assim ainda tinham duvidas de quem se tratava estando Jesus com eles.
Depois de terem jantado, Jesus faz a Pedro aquela pergunta que todos nós conhecemos: diz assim: Simão Pedro, Simão filho de Jonas, amas-me mais do que estes?
Sim Senhor, tu sabes que te amo, respondeu Pedro, sendo assim Jesus encarrega-o de apascentar as suas ovelha, quer dizer levar a sua mensagem aos que ainda não havia conhecido Jesus
Pela segunda vez Jesus faz a mesma pergunta; Simão filho de Jonas, amas-me? E Pedro responde que sim, e Jesus mais uma vez manda que ele apascente suas ovelhas.

Pela Terceira vez Jesus Pergunta; amas-me?, Três vezes a pergunta foi feita, entristecendo a Pedro, com a mesma pergunta; confirmando a resposta Pedro, disse Senhor, tu sabes que te amo, e como antes Jesus dizia; apascenta minhas ovelhas.
Jesus procura a todo custo fazer entender, não só a Pedro, como a nós também, e dá a demonstração de como a vida é na realidade.
Quando éramos jovens, tínhamos a nossa própria vontade, íamos aonde queríamos, sem dar satisfações de nossos atos a ninguém, agora depois que alcançamos a idade de ancião, o nosso gosto a nossa vontade tem que estar em consonância com a vontade dos mais novos, para não tropeçar-mos em nós mesmos.
Jesus disse a Pedro: Na verdade na verdade te digo que quando eras mais moço, te cingia a ti mesmo, e andavas por onde querias, mas, quando já  fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá, e te levará para onde tu não queiras.
Com estas palavras Jesus queria mostrar a sua própria vida, significando com que morte o havia de glorificar a Deus.
Depois de ter dito estas palavras, disse a Pedro: segu-me.
Pedro sem saber o que viria pela frente, segue a Jesus sem contestar; olhando para trás viu o outro discípulo que o seguia atrás dele, aquele discípulo que Jesus tanto amava, lembrando que outrora quando estava na ceia se recostou sobre o peito de Jesus, recordando o que dissera; Senhor quem é que vais te trair?
Pedro vendo este discípulo, pergunta a Jesus; Senhor e deste o que será? A resposta de Jesus a Pedro foi um tanto ríspida, dizendo: Se eu quero que ele fique até que eu venha, isto não ti importa? Segue-me tu.
Pedro já interpreta de forma errada e divulga para os irmãos que aquele discípulo não haveria de morrer, Segundo o que Jesus havia lhe falado, mas Jesus não havia falado que ele não haveria de morrer, mas que ficasse até que Ele venha, o que tinha de importante?
O importante era seguir a Jesus, Jesus sabia muito bem o que queria com aquelas palavras e no resultado que ela iria significar.
Pois ele (João) seria o discípulo que testificaria de todas as coisas a respeito de Jesus e tudo quanto Jesus ensinou e viveu, este discípulo escreveu segundo a sua capacidade de escrever, e temos a convicção de que era verdadeiro este testemunho.
Muitas coisas aconteceram na vida de Jesus pelas quais não teríamos condições de enumerá-las, se cada uma delas fosse escrita; o mundo todo ainda seria pequeno, e não conseguiria enumerá-las todas

                                       --- EJO -- Continua



No comments: