NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Tuesday, December 06, 2016

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/47 -- Continuação -- "O rei fica muito furioso e manda buscar aqueles jovens, oferecendo-lhes uma segunda chance, que de imediato recusam e não obedecem as ordens de alguém que estava em oposição à vontade de Deus. O rei insiste em fazer com que eles adorassem a estátua e mais uma vez recusam; o rei indignado os ameaçam a jogá-los na fornalha de fogo ardente, e ainda desmerecia o Deus daqueles jovens, dizendo; quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos? A resposta também veio de imediato, e disseram ao rei, não necessitamos responder a tais ameaça"

                 
                  O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                               PARTE - 47

Do comedor saiu comida, e doçura saiu do forte.
Passaram-se três dias e não puderam responder o enigma, e então tiveram a idéia de procurar a mulher de Sansão.
Como a mulher de Sansão era da mesma linhagem daqueles homens, consente em ajudá-los, e pressiona a Sansão com chantagem emocional e de tanto insistirem acabou contando pra ela todo segredo do enigma.
Que de imediato foi contar para seus conterrâneos, e assim eles tinham a resposta na ponta da língua.
Não existe nada mais doce que o mel!... E o que é mais forte que um leão?
Imediatamente Sansão descobriu que fora seduzido pelos encantos de sua mulher a contar a resposta certa para ela.
Indignado ele retribui as palavra, dizendo que se eles não tivessem convencido a mulher, jamais iria descobrir tal resposta.    
Revoltado ele desce até a cidade vizinha e mata trinta homens, e o espírito do Senhor estava com ele.
E deste trinta homens, pôde tirar os trinta lençóis e os trinta vestidos, para que pudesse pagar seu compromisso com o povo de sua esposa.
Só que pra ele, pelo menos naquele momento, ela já não teria mais nenhum valor pra ele, pois perdera toda confiança que havia depositado nela.
E o pai da mulher do seu casamento legitimo, doa-a para seu companheiro,
Isto aconteceu em sua ausência, pois dias mais tarde, ele volta a procurá-la.
Depois da desilusão com sua mulher, apesar de tudo, ele ainda se interessa por ela, foi quando soube da noticia que os pais dela a havia doado para seu companheiro.
O seu sogro se justifica, dizendo que ela o estava aborrecendo, por isto ele deu a, a seu companheiro mais próximo.
E oferece a Sansão a sua outra filha mais nova, segundo ele, ela era muito mais bonita que a que lhe foi tomada.
E com esta proposta Sansão se ofende, e promete que se ele lhes causasse algum mal, não precisaria culpá-lo, pois em vista de tudo o que acontecera, ele se considerava inocente por qualquer ato seu diante daquele povo.

Revoltado ele destrói o trigal dos filisteus, usando trezentas raposas.

Ele apanha os sábios na sua própria astúcia, e o conselho dos perversos se se precipita” Jó 5 v 13

E assim ele pegou trezentas raposas, e, amarou uma a outra, e colocou um tição de fogo entre suas caldas.
As raposas saíram em disparada rumo à lavoura de trigo que já estava pronta a ser colhida, pois estava totalmente seca,como também as vinhas com os olivais.
Os filisteus apavorados procuram saber logo quem fez aquilo, e não faltou quem de imediato aponta Sansão como o culpado, alegando que ele estava se vingando por ter sido tomado sua mulher, e dado a seu companheiro.

                            --- EJO ---- Continua


No comments: