NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, December 12, 2016

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/51 -- Continuação -- "E, dai por diante o rei lança um decreto para que todo povo, nação ou língua que blasfemar contra o Deus daqueles jovens, seriam despedaçados e as sua casas seriam feitas um monturo; porquanto não há outro Deus, que possa livrar como este. A ignorância dos homens faz com que não enxerguem a verdade e nem que estão sendo explorados. O que um ídolo ou imagem feito de barro de cimento ou mesmo de ouro, ou seja, lá do que for, pode fazer em beneficio de alguém?"


O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                             PARTE - 51

Disse Sansão, se me amarrares fortemente com cordas novas, que ainda não foi usada em serviços algum, então me enfraqueceria, e seria como a qualquer outro homem.
Tal como disse, foi providenciado as tais cordas, e amarraram-no fortemente.
Dalila, como das outras vezes estava acompanhada de seus seguranças, tendo quase a certeza que Sansão não ia revelar o seu segredo, fala desiludida, os filisteus vem sobre ti Sansão. 
E não deu outra, como de antes, nem mesmo as cordas novas foram suficientes para segurar Sansão, pois as cordas pareciam mais fios de tecer.
Decepcionada, Dalila faz as mesmas reclamações, e tenta mais uma vez seduzi-lo.
E ele por sua vez, mais uma vez a engana, dizendo; se teceres sete tranças dos cabelos da minha cabeça com os liços da teia.
Terão total domínio sobre mim.
Passado algum tempo, nestas alturas dos acontecimentos, Sansão adormece, e ela aproveita a oportunidade para amarrar bem apertado as tranças de Sansão em uma estaca, que naturalmente deveria esta estaca estar bem próximo a sua cabeça.
Depois de constatar que ele estava bem amarrado, Dalila, diz: Os filisteus vêm sobre ti Sansão. 

E assim despertou do seu sono, e arrancou a estaca das tranças, tecidas com o liço da teia, (liços da teia são fios de linho fortes tecidos e formando uma grossa corda, tecido juntamente com os cabelos de Sansão, amarrados na estaca)

                         --- EJO ---- Continua





No comments: