NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Wednesday, December 28, 2016

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/63 --- Continuação --- "Então remavam desesperadamente sem parar esforçando-se por alcançar a terra, mas o mar ia se embravecendo cada vez mais contra eles, tornando impossíveis aquelas manobra. Mediante a tanto sufoco eles se justificam para que Deus não os repreendessem, pois teriam de tomar aquela atitude, aí clamaram ao Senhor e disseram Ah! Senhor! Nós te rogamos! Por causa da vida deste homem, e não ponha sobre nós o sangue inocente; porque tu Senhor fizeste como te aprouve. Levantaram Jonas e o lançaram ao mar, e naquele mesmo instante o mar cessou a sua fúria;"


        O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                PARTE - 63

Dia seguinte bem cedo ainda de madrugada, Samuel chama Saul ao terraço de sua casa dizendo: levanta-te, e despedir-te-ei.
Saíram os dois, mais o moço que o acompanhava, até a divisa da cidade, Samuel pede que o companheiro de Saul andasse a sua frente para que pudesse falar mais confidencialmente.
Finalmente Samuel deixa escapar o motivo de tanta consideração, chamando a atenção de Saul para as palavras que Deus tinha dado para ser transmitido a ele.
Samuel pega um vaso de azeite e derrama sobre sua cabeça, e beijando o disse:
Porventura não te tem ungido o Senhor por capitão sobre a sua herdade.
As instruções que o Senhor passou a Samuel ele as transmite a Saul, e tudo aconteceu segundo o que Deus queria que acontecesse, e ele elege Saul como rei do povo de Israel, segundo a vontade do povo, porém com a permissão de Deus,mas, nem todos concordam.
E nem aprovaram o que foi decidido, sendo rejeitado, pelos filhos de Belial que disseram:
É este o que nos há de livrar? E revoltados, não lhe trouxeram presente algum em sinal de protesto e desprezo, mas Saul ignorou estas atitudes e se fez de surdo.
Os rebeldes, logo se prontificaram a conseguir aliados.
Naás, o líder dos amonitas, foi procurado pelos homens de Jabes, com uma proposta de servi-los, se fizesse aliança com eles; na expectativa de uma proteção, caso entrasse em conflito com alguns dos povos vizinhos.
Acontece, que Naás o amonita, sabendo que não seria nada fácil tal aliança, faz uma contra proposta absurda, sabendo que eles não cumpririam tais condições.
A condição seria que teriam de arrancar o olho direito de todos, para assim afrontar todo Israel, e seu reinado.
Mesmo com esta proposta absurda, eles não desistem, e solicita um prazo de sete dias para que se cumprisse o combinado, este prazo seria o suficiente para mandar mensageiros as divisas de Israel.

Caso não encontrasse quem os defendessem ou mesmo liderasse o grupo em frente de batalha, ai então se aliaria e lutariam ao lado dos amonitas.

                            --- EJO --- Continua






No comments: