NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Wednesday, October 15, 2014

nunca é tarde para voltar -- capítulo 13

13

Mediante a situação de Marcio, ele não podia ficar dando sopa, e precisava o quanto antes sair de circulação, pois naturalmente os traficantes não iria deixar barato, a carga de armas que ele mais o Roberto, havia desviado e não ter entregue no endereço indicado, esta discussão com sua família veio em boa hora.
----------
Mauro -- Pense bem no que você está pedindo você não estudou o suficiente para administrar uma empresa, não tem estrutura para movimentar tanto dinheiro.

Marcio -- O Roberto também é contador, ele vai tomar frente dos meus negócios.

Mauro -- Pelo que sei do Roberto, ele é contador, mas nunca exerceu a profissão.

Dona Maura -- (Entrando) que tipo de conversa é esta, eu não estou agradando nem um pouco desta discussão, o que está acontecendo?

Sr.Dinho -- É seu filho Marcio que cismou que temos de dar a ele o que ele acha que tem direito, quer ir embora daqui, e de nossa casa.

Dona Maura -- Mas, o que o levou a fazer tamanho absurdo?

Mauro -- É que ele está fazendo retiradas exageradas, e o pai diz que se ele quiser dinheiro ele terá que trabalhar, e isto não é o forte dele, por isto quer ir embora, veja que estamos precisando de mão de obra, e pra ele isto não é nada.

Dona Maura -- Isto é influencia de más companhias, vê se toma intento rapaz e coloca um pouco de juízo em sua cabeça oca
, as coisas não são tão fáceis assim como você pensa não!…

Marcio -- Já estou com a cabeça cheia de conversa fiada, agora chega, já está decidido, quero minha parte o mais breve possível.

Sr.Dinho -- Desisto de discutir, faça como quiser
 (Dirige ao  contador)... Senhor Carlos atenda ao pedido de Marcio.

Sr.Carlos -- Mas senhor Dinho, como fica as transações com os Chineses?

Sr.Dinho -- Sei que vai ser um pouco mais difícil, teremos que renegociar, sei que meu Deus vai me mostrar o caminho mais certo a seguir.

Mauro -- Concordo contigo meu pai, Deus não desampara o justo que procura fazer a sua vontade.

Sr.Carlos -- Bom já que está tudo decidido, vou para o escritório, pois tenho muitas contas a fazer.

Sr.Dinho -- A reunião está terminada, fiquem a vontade, quanto a você Marcio, espero que não se arrependa deste ato, e saiba administrar bem seu dinheiro, e é bom saber também que dinheiro na mão é como vendaval, passa logo.


Saem todos deixando a sala vazia o telefone toca Julia logo aparece...
           -------- EJO ----------------- Continua



No comments: