NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Thursday, April 21, 2016

DEUS NO COMANDO DE TUDO - V/03 - P/96 "Sabemos que Deus não está alheio ao que acontece a nossa volta, e o que acontece no mundo. Por isto temos a responsabilidade de sempre rever nossos atos e nossas intenções. E radicar de nossas vidas tudo aquilo que atrapalha nossa comunhão com Ele. É necessário que nos perguntemos para nós mesmo se temos feito a nossa parte ou estamos esperando que outros façam por nós aquilo que é de nossa obrigação e se estamos cumprindo com nossas responsabilidades de dar o nosso testemunho ou se temos decepcionado o nome do evangelho"


                 DEUS NO COMANDO DE TUDO 

                   VOLUME - 03 - PARTE - 96

Como disse; as adivinhações traziam muitas rendas aos seus senhores que indignados com a perda dos lucros manda prenderem Paulo e Silas e os levaram à praça a presença dos magistrados.
E apresentando os aos magistrados, disseram; esses homens sendo judeus perturbam nossa cidade e nos expõe costumes que não nos é lícito receber e nem praticar, visto que somos Romanos.
E a multidão foi inusitada e rebelaram contra os servos do Senhor, e os magistrados rasgaram-lhes as suas vestes e deram ordens que os açoitassem com varas.
Depois de açoitá-los, deixando os muito machucados, encerra os na prisão, dando ordens ao carcereiro que os mantivessem presos com segurança total
O carcereiro obedece rigorosamente as ordens dadas e leva os dois para os fundos das celas onde teriam certeza que jamais poderiam sair dalí, e amarrando os dois com fortes correntes nos pés, atados a um tronco.
Mesmo sofrendo dores horríveis, Paulo e Silas não cansavam de louvar a Deus e oravam pelo povo que sofria a ignorância do pecado, mexendo com a sensibilidade dos demais presos.

Naquela mesma noite veio um grande terremoto, que abalou os alicerces do cárcere, e todas as portas se abriram e as correntes se soltaram deixando todos os presos livres para sair pra onde quisesse ir

                              --  EJO -- Continua






No comments: