NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Tuesday, February 10, 2015

O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-45

Capítulo -- 45

Estudante - Eu não sei o que o senhor está se referindo, me deixe sair!...

Reitor - Sabe sim!... Vou refrescar sua memória. (mostrando um DVD com tudo gravado) Veja que filme interessante.

Depois de alguns minutos, vendo que não tinha como se safar.
--------
Estudante - Eu não posso dizer quem está por traz disto.

Reitor - Será que pra você manter segredo desta pessoa, vai compensar a sua expulsão da Universidade?

Estudante - Por causa dos compromissos que fiz na praça é que topei fazer isto, pois a bolada que me ofereceram não tinha como recusar, pois daria para pagar tudo, até minhas prestações atrasadas aqui da Universidade.

Alquisto - Diga logo quem financiou seu trabalho, procure facilitar as coisas.
Você já ouviu falar em delação premiada, pois é, isto pode salvar sua pele, caso contrário, além de ser expulso da Universidade ainda vai sair daqui preso, agora diga se vai compensar pelo dinheiro que pretende receber.

Estudante - Está bem!... Está bem!... Só que gostaria que meus pais não tomassem conhecimento disto.

Reitor - Não posso te prometer nada, que coloque em risco a credibilidade da Universidade, mas, saberemos como agir.
E você procure ser mais responsável, se continuar agindo assim não vai chegar a lugar nenhum, melhor, vai chegar sim, na cadeia....
------
Na empresa

Todos os dias no final do expediente a diretoria reuniam se juntamente com os chefes das equipes de cada setor, para tratar de alguns assuntos que ficaram um tanto obscuros no decorrer do dia e também se organizarem para as tarefas do dia seguinte.
Enquanto isto, iam se descontraindo em animados bate papo.
Alquisto tinha pela frente um grande desafio, como fazer para levar seu relatório a Rita, pois além de ter sido um assunto confidencial, mais confidencial ainda teria que ser, pois o responsável causador de tais investigações era alguém da casa.
Mais ainda; este alguém era primo de sua amada e que ela o tinha como o moralista da família.
A quem sempre recorria para pedir conselhos, e sabia que se este assunto viesse à tona, naturalmente que o seu namoro iria sofrer um grande baque.
Mesmo colocando em risco todo seu sentimento por Maria Zilda, não podia deixar de cumprir suas obrigações.
Pois a sua fama de bom investigador era justamente por que colocava amor e responsabilidade em sua profissão.

Que para tal não media esforços, e nem situações, por mais sagrado que fosse o motivo; para se manter neste padrão.

                                                    ---- EJO ---- Continua



No comments: