NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Monday, February 23, 2015

O PREÇO DA GANÂNCIA-CAPÍTULO-54 -- "ULTIMA SEMANA"


Capítulo -- 54

Nisto vem chegando, o restante da turma, e se abanca no grupo.
Formando ali um total de sete casais, o Reitor faz questão de ficar ao lado de D. Alaíde.
------
Maria Zilda - Estou aqui, olhando pra vocês, e tirando as minhas conclusões! Sabe que vocês formam um belo casal?

Rita - Eu concordo plenamente.

D. Alaíde - (leva na esportiva) Eu também concordo, mas, acho que tudo tem seu tempo certo.

Rita - E se o tempo certo tiver chegado?

D. Alaíde - Pode até ser, mas, isto só Deus sabe.

Reitor - (um tanto acanhado) O que tiver de ser será, mas, para que tudo saia na normalidade, é preciso nos conhecer melhor, vamos dar tempo ao tempo.

Alquisto - Pra mim, vai ser um grande prazer, tê-lo como meu padrasto. (deixando o ainda mais encabulado)

Reitor - Pelo visto, vocês estão querendo ver o circo pegar fogo; calma gente; garanto pra vocês que não vou decepcionar.

D.Alaíde - Estou de acordo com o Reitor, isto é um assunto muito sério, para se decidir assim de uma hora para outra, vamos dar tempo ao tempo para nos conhecer melhor, depois agente vê o que é melhor pra todos nós.

Muita conversa foi jogada fora, inclusive o convite para passar uns dias na fazenda, Alquisto não via à hora de poder matar a saudade de sua infância, de quando morava em fazenda onde podia tomar banho de cachoeira, tomar o leite fresquinho tirado na hora e andar a cavalo

O papo na beira da piscina continua e o assunto principal era fazer o papel de cupido na possibilidade em unir o Reitor a D. Alaíde, e não deu outra no final tudo se encaixa, para a felicidade de todos, principalmente do casal em questão.
-------
Mais tarde na Universidade, o Reitor convoca, o tal aluno sabotador para esclarecer o assunto a respeito ao acesso às chaves da secretária.
------
Reitor - Eu prometi a você em ti beneficiar com a delação premiada, não ti entregando para a policia.
Vou fazer por você um pouco mais do que prometi; o seu débito com a Universidade vai ser dividido em prestações pequenas para lhe dar condições de pagá-las.
E, mais; se você quiser, você poderá trabalhar na Universidade, meio expediente, assim você pagará seu débito sem precisar usar do dinheiro que seu pai lhe manda.

Aluno - Porque o senhor está sendo tão bonzinho assim comigo? Qual o seu outro interesse?

Reitor - Vejo em você uma pessoa de futuro, e não quero atrapalhar a sua carreira, só quero que você seja mais responsável.

Como administrador desta Universidade, eu não posso ter dúvidas a respeito de quem trabalha comigo, por isto preciso saber, como conseguiu convencer o vigia a lhe dar as chaves do portão principal e da secretária.

                                                           ----- EJO ------ Continua



No comments: