NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Tuesday, June 09, 2015

O CAÇADOR DE CORRUPTOS-CAP-73

Capítulo -- 73


Sargento -- Nestas alturas o cargueiro já deve estar bem próximo do lugar combinado, e as barcaças também já devem estar se locomovendo pra lá, ao escurecer por volta de sete horas mais ou menos, já devem estar chegando aqui no ancoradouro.
Mas todos os homens estão instruídos para não parar aqui e seguir direto para os endereços indicados.

 

Presidente – Isac veja quem está tocando a campainha?

Isac -- Tem um elemento aqui da companhia telefônica, pedindo pra gente testar o telefone.

Presidente -- Pra que?

Isac -- Por causa da tempestade; diz ele que o telefone do bar ficou mudo e que o daqui também deverá estar.

Moisés -- Esta reunião interminável, ainda chega um problema deste pra atrasar mais ainda (pega o fone) é realmente está mudo mesmo, Isac mande o entrar e concertar esta joça, e vê se não demora, que já estou de saco cheio com tantos problemas.

 

Presidente -- Então é por isso que não tivemos nenhum contato com o cargueiro, parece que tudo está dando azar até telefone mudo! Que merda!...

Nestas alturas o CCCO já havia sido informado, e o cargueiro já estava sendo interceptado.
Mas Vinicius não podia sair dali sem antes saber os nomes dos fornecedores.
---------
Alguns minutos depois.

Presidente -- E aí, como ele está se saindo?

Moisés -- Ele está concertando chefe, parece que vai ter que subir no poste; com um tempo deste e ainda de noite, eu não queria estar na pele dele, e se fosse você Jackson será que conseguiria alguma coisa?

Jackson -- Pra cada situação sempre existe a pessoa certa, e garanto que eu não seria esta pessoa.

Isac -- Eu também já trabalhei de mais nesta vida, tentando ser honesto, mas isto foi muito difícil, existe coisa nesta vida muito pior que subir em postes, e de um jeito ou de outro o serviço tinha que ser feito.

Presidente ou o Chefe do Grupo -- Sargento Moreira, o que está acontecendo, as horas estão passando e nem um contato do cargueiro e de ninguém dos seus homens.

Sargento -- A culpa é do telefone mudo, mas logo, logo estará tudo normalizado.

Presidente -- Seus homens que estão nas barcaças não tem celular?

Sargento -- Tem se sim, chefe, acontece que eles são instruídos a não ligar pra cá em hipótese alguma, por medida de segurança.

Jackson -- E nós vamos ficar aqui nessa ansiedade, até quando?

Presidente -- Vocês devem manter a calma, se quiserem ir embora, podem ir, eu vou ficar aqui a noite toda se preciso for, ou pelo menos até este infeliz deste telefone funcionar ou de alguma forma receber alguma noticia.
---------
No outro lado da rua mais precisamente no pico de um poste, Vinicius vendo a possibilidade de se debandarem, e tendo a certeza que o cargueiro já havia sido abordado pela Policia Naval, e que os homens das barcaças também já estavam, nas mãos da policia, agora era hora de prender todos os que estavam ali naquele clube inclusive o sargento corrupto.
As provas que Vinicius precisava, já estavam todas em seu poder e naquele momento ouve se um grande alarme de sirenes da policia, se aproximando...
Tudo pronto a policia já começava a chegar, mas Vinicius não queria deixar pra trás seus aparelhos de escuta.

Vinicius – (Volta a sala de reunião dos santinhos) Preciso averiguar, se tudo ficou de acordo com a exigência da companhia.

Isac -- O cara diz que o telefone, já deve estar funcionando, mas que precisa de alguns retoques pra ter certeza que não vai trazer mais aborrecimentos.

 


Presidente -- Claro, claro, mande o entrar.

                                          ----- EJO ---- Continua




No comments: