NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Wednesday, June 24, 2015

O CAÇADOR DE CORRUPTOS-CAP-84



Capítulo -- 84

Vinicius -- Vamos deixar uma coisa bem clara, sou muito sistemático em meu local de trabalho, e não gosto de falar de minha vida particular, isto não faz parte do acordo em trabalhar aqui.

Coronel -- Calma, calma, não quis ofender, só estou tentando manter o diálogo entre nós.
------
Depois de muito conversar, Vinicius já estava perdendo a paciência e sempre se esquivando das perguntas inconvenientes, até que o Coronel se mancou e saiu para sua sala, deixando Vinicius em paz, passou o dia sem maiores contratempos.
Lá pelas seis horas da tarde o Coronel volta.
-----
 Coronel -- Aqui, como você deve saber, temos horário de funcionamento, e a maioria dos guardas já saíram paras ruas, portanto não temos nada a fazer aqui.

Vinicius -- Fiz um compromisso com o Major Nikolai, de prestar a ele um relatório todos os dias às oito da noite quando ele está disponível e diante de seu computador, portanto se o senhor quiser ir o senhor pode ir, é só me deixar às chaves que fecharei tudo na hora que eu sair.
Aliás, ele me mandou que providenciasse cópias de todas as chaves de todos os departamentos, e me deu carta branca pra eu entrar e sair em qualquer setor de qualquer departamento, na hora que eu julgasse necessário.

Coronel -- (Se irrita) O Que o Major Nikolai pensa que somos?

Vinicius -- Isto eu não sei dizer, ligue pra ele, e faça as perguntas pra ter as respostas diretamente dele, eu não posso fazer nada.
-----
Fulo da vida, soltando labaredas pelas narinas, e com muita má vontade entrega as chaves a Vinicius.
------
Depois de todo relatório pronto, Vinicius entra no site do Major Nikolai e passa todas as informações e ocorrências do dia, depois de um longo bate papo, acabou por esquecer das horas, trazendo preocupações para Dolores.
-------
Mais tarde já em casa
--------
Dolores -- Pensei que não viria mais hoje pra casa, o que aconteceu pra demorar tanto assim?

Vinicius -- É meu amor, vejo que vou ter muitos problemas na Corporação, vamos amanhã para a fazenda, preciso saber como se sairá lidando com esses marginais fardados.

Dolores -- Mas, você não tem que se apresentar cedo?

Vinicius -- Sim, mas depois eu saio à hora que eu quiser ninguém precisa saber aonde vamos ou que vamos fazer.

Dolores -- Pelo visto, vamos ter que apelar pelas armas.

Vinicius -- Alto lá mocinha nós não, eu!  Primeiro preciso saber de suas habilidades, depois vamos ver o que se pode fazer.

Dolores -- Você ficou satisfeito com seu dia de trabalho?

Vinicius -- O ninho de ratos, é muito grande, por isso disse a você que vamos ter problemas na Corporação.
Enquanto você prepara o nosso jantar vou tomar meu banho, depois vamos lá ao esconderijo secreto, fazer as cópias das chaves, lá eu tenho todo tipo de chave virgem e também todas as ferramentas necessárias, para fazer qualquer tipo de chave.
------
Depois do banho,  já assentado à mesa a conversa continua, enquanto é servido o jantar.
------
Dolores -- Mas, onde Fica este esconderijo?

Vinícius -- Em um bairro pobre da cidade, ninguém pode imaginar que ali tem um esconderijo da mais alta segurança.

Dolores -- Mas, pra construir foi preciso contratar mão de obra, portanto não é somente você que sabe da sua existência.

Vinicius -- Na região tem muitos galpões, que são construídos por empreiteiras, compramos um destes galpões; e a construção do esconderijo foi feito com técnicos enviados diretamente da CCCO da Matriz, com toda tecnologia, ninguém daqui sabe que ele existe.
O pátio do galpão é completamente tomado por sucatas, de carros velhos, principalmente, carros batidos no trânsito, e propositalmente deixamos que o mato tomasse conta, o muro é alto e se alguém se meter a besta de em escalá-lo, vai se deparar com uma cerca elétrica de alta voltagem, e o portão só se abre com controle remoto.


Dolores -- Mas, pra que isto tudo?

                                 ---- EJO ----- Continua





No comments: