NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Wednesday, December 16, 2015

O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL -- ATO -- 10

Ato --10

A minha alma engrandece ao Senhor;
O meu Espírito se alegra em Deus meu Salvador;
Porque atentou na baixeza de sua serva;
Pois que desde agora todas as nações me chamarão bem aventurada;
Porque me fez grandes coisas o poderoso;
Santo, Santo, é o teu nome, e sua misericórdia;
É de geração em geração sobre os que o temem;
Com o seu braço obrou valorosamente;
Dissipou os soberbos, no pensamento de seus corações;
Depuseram dos tronos os poderosos, e elevou os humildes;
Encheram de bens os famintos, e despediu vazios os ricos;
Auxiliou a Israel seu servo, recordando se da sua misericórdia; para com Abraão e sua posteridade para sempre.
Grande é Senhor e mui digno de ser louvado, desde agora para sempre, Amém...

(Se dobra reverenciando, aos presentes)

IZABEL -- (Também feliz da vida bate palmas) Muito bem, muito bem; belas e sábias palavras; só mesmo quem tem a proteção de Deus, para falar com tanta inspiração e sinceridade; mas agora se sentem, por favor, vamos comer alguma coisa.

(todos se assentam ao redor da mesa e a cortina vai fechando lentamente)
------------
(Um moça de boa aparência passa com uma faixa) (_Tempos depois_)

(Abrem-se as cortinas; no palco um vai e vem de pessoas apressadas se gesticulam para comentar a respeito do grande evento político; ou seja, passam discutindo política, o narrador fala no mesmo instante do vai e vem)
------------
NARRADOR -- E aconteceu que naqueles dias, saiu um decreto da parte de Cezar Augusto, para que todos se alistassem, e José e Maria como todos da região, também saíram para obedecer ao decreto do Rei; e todas as hospedarias já estavam ocupadas.
------------
(após a narração entra José e Maria, Maria deverá se mostrar cansada, sempre segurando a barriga, protegendo o bebê).
-------------
JOSÉ -- Já percorremos toda a cidade, e não conseguimos hospedagem, ninguém pode nos ajudar, a sua situação está me preocupando, e pelo visto vejo que teremos de nos acomodar por aqui mesmo nesta estrebaria! Não tem outro jeito.

(Se possível conseguir alguns animais, para fazer fundo da cena)

 MARIA -- A seu lado não temerei mal algum, pois sei que o meu Deus o nosso Deus está conosco.

JOSÉ-- (com muito carinho prepara um aconchego para Maria) Deite-se aqui Maria e descanse, parece que está chegando a sua hora, Deus vai nos mostrar como fazer, tenho certeza, que tudo sairá bem, fique descansando e eu vou preparar alguma coisa pra gente comer. (José tira do alforje, algumas vasilhas e movimenta-se como se fosse cozinhar)
(Prepara uma fogueira a base de papel celofane vermelho, com iluminarias por baixo dos papéis cortados em tiras. (Fecha a cortina)

-----------(Momentos depois)

(Abre-se a cortina; cenário representando um campo de pastagem; e os três pastores andam de um lado para o outro, conversando entre si para não dormir)
----------
Primeiro Pastor -- É! Tudo indica que vamos ter novidades nesta noite, o tempo está um tanto abafado, parece que vai chover.

Segundo pastor -- Sei, não, eu estou é com um pressentimento estranho, parece que alguma coisa muito importante vai acontecer, este céu tão escuro nos dificulta a guarda das ovelhas!...

Terceiro pastor -- É! Todo cuidado é pouco, qualquer descuido nosso, os lobos poderão atacar.

Olha as nuvens, como estão agitadas, ta esquisito mesmo, to numa ansiedade que não consigo me controlar, parece que estou esperando alguma coisa acontecer.

                          ---- EJO ---- Continua



No comments: