NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA E TUDO O QUE NELE HÁ.

Friday, March 03, 2017

O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS - P/110 -- CONTINUAÇÃO -- "Então veio o astrólogo, o caldeu e o adivinhador, e o rei prometeu pra eles que qualquer um que decifrasse aquela misteriosa escrita, e fizesse a interpretação corretamente, seria vestido de púrpura, e também ganharia uma grossa corrente de ouro para o pescoço. E mais: teria autoridade em terceiro grau no seu reino, mediante aquelas ofertas, encheram de cobiça os olhos daqueles adivinhadores, mas nenhum deles conseguiu tal façanha, e mais confuso ficava o rei, trazendo certo desconforto para seus convidados"


     O PROPÓSITO E A PROVIDÊNCIA DE DEUS

                                PARTE - 110

Reconhecendo a sua insignificância diante de Deus, Robão e seus principes de Israel, se humilharam e atenderam a vontade de Deus, na convicção de que o senhor Deus é justo.
E assim, vendo o Senhor que era sincero o reconhecimento de seus erros, e se humilharam, Semaías mais uma vez traz a mensagem do Senhor, dizendo:
Não os destruirei, mas darei lugar para que consigam escapar, para que não me enforeça mais sobre Jerusalém, pela mão de Sisaque, e de agora em diante serão servos de Sisaque, para que conheçam a diferênça da minha servidão e da servidão do reino da terra.
Errar todos nós erramos, porém o erro maior é continuar no erro mesmo sabendo que estamos errados.
Aí então Deus se afasta de nós, e as consequências são terríveis, mas no momento em que reconhemos que estamos errados e se humilharmos perante o senhor Deus e pedir perdão, Ele afasta de nós todo seu furor, e nos dá a esperança de uma nova vida, com Ele. 
Quando deixamos Deus reinar em nossas vidas, sentimos prazer em ser seus servos, e temos gosto em servi-lo, pois sabemos que a recompensa para os que servem ao senhor é galardão eterno.
Nada comparado com o servir a reino terreno que são passageiras as suas promessas são falhas, prometem muito, mais se realizam pouco, além de apoderarem dos nossos direitos.
A ira do Senhor se desviou de Robão e do povo, para que não fosse de todo destruido pois sabia que em Judá ainda existia muita cousa boa.
E Robão recupera suas forças, e reinou em Jerusalém mais dezessete anos, porém com muita dificuldade, pois vivia em constânte desassego, devido às guerras com Jeroboão.
Tudo de bom que Robão havia feito o seu sucesso como rei não fora escrito nos livros do profeta e houve guerra entre Robão e Jeroboão todos os dias de seu reinado até a sua morte, sendo sepultado junto com seus pais na cidade de Daví.
Depois da morte de Robão, Abias reina em seu lugar, e era homem sério e temente a Deus, Jeroboão discordando das ordens do rei Robão se alia a homens vadios, filhos de Belial e se rebela contra Robão, e com ele muitos dos filhos de Israel, formando um grande batalhão de guerra, e Abias precisava regularisar a situação do povo e trazeer seus irmãos de volta, e assim se propõe guerrear contra Jeroboão.
Acontece que poucos eram os homens de guerra que lhes sobraram, a menoria fica do seu lado, mas Deus estava com ele e derrota Jeroboão, que tinha o dobro de seus guerreiros.

Abias precisava resgatar a soberania do povo de Israel que fora determinada por Deus, e não podia consentir que ninguém, desmerecesse as ordens dadas por Ele.

                      ---- EJO ----- Continua


No comments: